segunda-feira, 2 de abril de 2007

demais ou demenos

é tanta coisa. e tão pouca coisa, que eu já nem sei.
me parece mínimo e me devora.
tenho disso... e o Amarante já tinha mesmo me dito, eu não sei medir.
é palavra demais e palavra demenos.
vontade demais coragem demenos.
ou o contrário e eu já nem sei.

ele veio e me disse (ou fui eu quem disse?). apareceu por lá, e eu nem chamei. intrometido que sempre foi. e eu que sempre perco a fala, olhei até a vista se embaçar. olhei tanto que já nem me lembro. acordei cantando, entre tosses, " l'amour hum huuum, pas pour moi..", e só por isso um flash do sonho voltou. mas também, quem se importa? eu mesma, tenho mais o que fazer.

Um comentário:

Nana disse...

é.. ele conhece a gente num é?