quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

pra que alguém encontre, quando eu perder

todas as cartas que eu não mandei estão salvas no meu último backup. todas as noites em claro estão presas debaixo do meu colchão. todos os amores que eu não vivi estão escondidos no fundo das gavetas. toda a dor, no fundo dos armários. todas as mágoas e desejos estão soterrados sob uma pilha de papéis dentro de um baú lacrado por uma fechadura imaginária. e eu não faço a mínima ideia de onde guardei a chave.

eu queria não ter perdido. queria resgatar a preguiça dos meus sorrisos com você. queria silêncio e música alta.
e mais papéis para soterrar ainda mais as coisas, ainda mais coisas.

14 comentários:

pequena disse...

Há quanto tempo não vinha aqui. Gostei do texto e peço liçença para interpretá-lo como posso.E interpreto assim: (se) encontrar pressupõe um "estar perdido" - o que, para mim , é essencial.




")

Nath disse...

a sua palavra me completa

Fernanda disse...

poxa, adorei seu blog...
espero que volte a escrever em breve, vou seguir-te ;)

bjs!

Anônimo disse...

Obrigado pela grande informação! Eu não teria descoberto este o contrário!

virginia disse...

adorei seu post........ quem nunca viveu tudo isso.... não viveu?

LF disse...

Achou sua chave de novo?

Marcelle Carolina disse...

Gostei muito do texto ... li alguns outros e posso dizer que tudo ser humano quando humano de verdade se identifica com algo que alguem expressando seus sentimentos escreveu ... tens boas escolhas

Carol Bonando disse...

entrei no meu blog, clikei no próximo e cai aqui, e foi ótimo.
esta segunda-feira tensa, cheia de surpresas desagradáveis me fez cansar, acordei cedo e estou indo dormir tarde... ler este post me fez pensar ainda mais em mais coisas, bom ou ruim, me fez pensar mais.
obrigada e boa noite... volte a postar, o blog ta mt desatualizado e merece atenção.

Cris disse...

Oi gostei do seu blog! Estou seguindo.
Tb tenho um blog: http://lyrasepoesiasacidentais.blogspot.com/ depois passa lá e dá uma olhada, ou, segue tb!
Abraços

O Cercadinho disse...

Seguido leio o teu blog, interessantes teus posts.
Te escrevo para divulgarmos nosso blog, ainda está em processo de expansão. Se quiser nos acompanhar e dar umas risadas: www.o-cercadinho.blogspot.com
Será um prazer te ter nos visitando lá. O que é O Cercadinho? Segue uma apresentação para te situares. Em cada relacionamento afetivo, os envolvidos ficam restritos a um espaço, O Cercadinho, onde acontecem as interações. Em algumas fases, está cheio de "queridas", mas em outros, quase vazio. O Cercadinho é o resultado das conquistas amorosas, onde cada um preenche à sua maneira e gosto. Pode ter o critério de cotas e uma de cada: loira, morena, mulata, ruiva e/ou japa. Com faixas etárias e tipos variados. Até monogâmico com apenas uma mulher selecionada.
Neste blog, somos cinco homens escrevendo relatos e histórias, sem pretensão literária sobre O Cercadinho. Heitor faz o estilo confuso e rebuscado. Apaixonante e cafajeste, este é Wanderlei. Já Cebola faz o estilo 100% sincero e sem rodeios. Seco, objetivo e um pouco bagual com sentimentos, assim é Iberê. E Marcão, bom, esse é trash total. Entre no nosso Cercadinho e boa leitura.
Iberê

Anônimo disse...

Sanida Corretora de Seguros

Spencer Hastings disse...

Que lindo. Engraçado, as vezes me sinto assim, querendo aquilo que já tive, aquilo que guardei. queria algo que sei que não vou mais ter ou que não chegarei nem ao menos a viver.

Anônimo disse...

PRECISA PROCURAR UM PSIQUIATRA.

Anônimo disse...

ya tengo Mas de 1.000 solicitudes de amistad y 5.000 Seguidores cada minuto :D Mira Aqui te dejo la aplicacion Para que te lluevan las solicitudes de amistad
http://500seguidores.wix.com/5000suspcristores